TIPOS DE REFORÇO DE FUNDAÇÕES

| Parte de entrevista de ENG. ARMANDO DE OLIVEIRA À REVISTA FUNDAÇÕES & OBRAS GEOTÉCNICAS

Existem inúmeras formas ou técnicas de engenharia utilizadas como reforço de fundações. As que mais se destacam são:

Reforço de fundação para aumentar a área de apoio.

Utilizado em sapatas corridas ou individuais ou tubulões a céu aberto. O dimensionamento do reforço deve considerar uma nova taxa de trabalho do solo, no contato das bases com o solo, bem como prever deformações secundárias até a estabilização das novas condições de trabalho;

Reforço de fundação com o rebaixamento de cota de apoio da sapata ou tubulão.

A nova e melhor taxa de trabalho é obtida no contato em solo mais resistente. Prevê deformações secundárias;

Reforço de fundação com estaca raiz.

Os equipamentos para estaca raiz, com baixa altura e pequeno porte são apropriados para este serviço. O dimensionamento com raiz deve estar atento a um possível problema no método executivo, como circulação d’água reversa em altos volumes. Quando, ou se, uma estaca raiz passar perto da ponta ou de uma estaca antiga (pré-moldada, por exemplo), a lavagem d’água pode provocar uma grave perda de capacidade suporte desta estaca, piorando uma situação possivelmente crítica e instável;

Reforço de fundação com cravação de estacas laterais.

O projeto deverá prever a cravação de novas estacas em torno das fundações existentes e solidarização da fundação antiga com o reforço, usando um novo bloco estrutural;

Reforço de fundação com injeção de cimento ou de microcimento.

O conceito básico desta solução é aumentar a capacidade suporte do solo nas regiões onde estiver sob tensão, melhorando-as. O uso de microcimento, com viscosidade próxima d’água é preferível, apesar do custo superior. As injeções usam equipamentos similares aos utilizados na aplicação de tirantes;

Reforço de fundação com silicatização.

Similar ao citado anteriormente, este usa dois produtos reativos: polissicato de sódio e o sulfeto de alumínio (joosten) que ao entrarem em contato, petrificam o solo estabilizando-o. Também é particularmente usado em escavação perigosa ou outros problemas específicos;

Reforço de fundação com congelamento do solo que é raramente usado e sempre em caráter provisório.

Historicamente famoso, foi utilizado em um edifício na Rua Líbero Badaró na cidade de São Paulo (SP) na década de 1940 com brilhante resultado;

Reforço de fundação com estacas helicoidais pré-fabricadas ou metálicas.

É uma técnica recente no mercado e tem a característica de serem totalmente limpas. Esta técnica foi usada na instalação de totens em shoppings. Elas podem ser provisórias, pois é possível a retirada e recuperação das peças;

Reforço de fundação com estacas mega.

Na prática é a solução utilizada em mais de 90% dos casos de reforço de fundação, chegando a se confundir com o nome. Caracteriza-se pela sua praticidade, disponibilidade e excelente relação custo-benefício.


No Replies to "TIPOS DE REFORÇO DE FUNDAÇÕES"